Lentes de COntato

As lentes de contato são uma excelente solução óptica para pacientes com erros refracionais que buscam uma alternativa ao uso dos óculos. São produtos ópticos que apresentam diversos materiais, sendo as mais comuns:

Lentes de contato gelatinosas

São lentes constituídas de polímeros hidrofílicos extremamente flexíveis que se adaptam ao contorno da córnea, modificando a sua curvatura e portanto corrigindo o erro refracional.

A indústria óptica diversificou o produto e hoje podemos encontrar muitas opções de materiais, cores , finalidades e tempo de duração do produto, sendo de descarte diário, mensal , semestral ou até mesmo anual.

Com a sua ampla utilização, algumas pessoas tendem a simplificar a escolha das lentes e podem ter dificuldade em fazer a escolha certa.

Não caia na tentação de escolher suas lentes apenas conforme a descrição do grau da prescrição médica dos óculos. Esta atitude é vedada ao médico; então é vedada a todas as pessoas também.

Saiba que é necessário fazer uma convergência do grau dos óculos para as lentes de contato,  e ainda é necessário descartar doenças da córnea e da superfície ocular antes de fazer a escolha do material e do tamanho.

É importante informar para todo o paciente candidato a adaptação de lentes de contato que é obrigatória a avaliação da córnea antes de saber se pode ou não utilizar as lentes de contato; pois em algumas situações clínicas, a lente de contato pode levar a complicações e problemas sérios da saúde da córnea, podendo levar até mesmo à cegueira em casos extremos. 

Por isso, realizamos sempre exames complementares para estudar a córnea dos candidatos: são os exames principais obrigatórios: 

• Paquimetria
• Microscopia especular
• Topografia de córnea.

Lentes de contato são muito seguras, mas se o material, formato, grau ou tamanho estiverem errados, podemos
ter as seguintes complicações:

Lentes de contato rígidas gás-permeáveis

As lentes de contato rígidas são lentes especialmente desenvolvidas para alguns casos especiais como astigmatismos irregulares, ceratocone, pós-transplantes e até mesmo para os erros refrativos mais comuns, como miopia, hipermetropia e astigmatismo.

São consideradas lentes de uso exclusivo médico e não estão disponíveis para o mercado em geral.